Setur promove III módulo do curso Condutor de Trilhas e Caminhadas em Algodoal


A Secretaria de Estado de Turismo (Setur), por meio do programa Estadual de Qualificação Profissional (PEQTur), realiza o terceiro módulo do curso Condutor de Trilhas e Caminhadas. O objetivo das aulas é transmitir conhecimentos específicos de primeiros socorros aos alunos do projeto. A capacitação será realizada na Ilha de Algodoal, no município de Maracanã, entre os dias 21 e 26 de agosto.

 

O curso busca qualificar profissionais do turismo para levar conhecimentos específicos das trilhas existentes nas Unidades de Conservação (UC) pertencentes ao conjunto Algodoal-Maiandeua, para aprimorar a qualidade dos serviços prestados e ampliar sua competitividade, além de aumentar a perspectiva de empregabilidade, melhoria da qualidade de vida, desenvolvimento sustentável e autogestão.

 

O programa que foi criado em 2015, pela Setur, que já formou sete turmas, promovendo aulas práticas nas trilhas do Parque Estadual do Utinga (PEUT), no Refúgio de Vida Silvestre (REVIS) e nas ilhas do Combu, Cotijuba e das Onças, nos municípios de Soure, Salvaterra, no Parque Estadual de Monte Alegre e em Algodoal/Maiandeua. O parceiro nesta ação que envolve as unidades de conservação paraenses é o Instituto de Desenvolvimento Florestal e Biodiversidade (Ideflor-Bio), que tem feito a mobilização das comunidades.

 

Em Algodoal, já foram realizados os módulos I e II do curso, no período de 05 a 10 de junho de 2017, tendo como parceiros o Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), Ideflor-Bio e o Instituto Federal do Pará (IFPA).

 

Para Fátima Gonçalves, diretora de Políticas de Turismo da Setur, “o que é importante é entender que o terceiro módulo da programação tem uma parceria bastante significativa com o Corpo de Bombeiros. Os alunos vão receber instruções na prática para a qualificação no turismo local”.

 

Este módulo do curso contará com a participação do Corpo de Bombeiros e Ideflor-Bio para habilitar os alunos a atuar como condutores de trilhas em suas próprias comunidades, conduzindo com segurança os visitantes. A ação fez parte do Projeto de Qualificação Profissional, no segmento de natureza, selecionado pelo Banco da Amazônia, por meio do Edital de Patrocínio 2017 e contou com o apoio financeiro do banco como agente promotor do desenvolvimento integrado da Região Amazônica e do Governo Federal. (Com a colaboração de Fernanda Cortez)

 

Fonte: Núcleo de Comunicação SETUR/PA