Setur promove “Oficina de Técnicas de Produção de Estatísticas do Turismo” em Santarém


A Secretaria de Estado de Turismo (Setur), em parceria com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese-PA) e com a Secretaria Municipal de Turismo de Santarém (Semtur), realiza a “Oficina de Técnicas de Produção de Estatísticas do Turismo”. O evento acontecerá nos dias 13 e 14 de julho de 2017, de 8 à 18 horas, no auditório do Barrudada Tropical Hotel, no município de Santarém.

 

O plano consiste em qualificar os representantes dos municípios do polo turístico Tapajós sobre as técnicas utilizadas para a produção e alimentação de banco de dados estatísticos e econômicos das atividades turísticas dessas regiões.

 

A idéia da oficina, que envolverá todos os municípios do polo Tapajós, é que o trabalho que está sendo feito em Santarém, de pesquisas, estudos e produção de informações e indicadores da atividade turística seja disseminado na região. A proposta vem afinada com o que sugere o Ministério do Turismo (MTur), que trabalha com o projeto nacional de harmonização de dados estatísticos.

 

“É necessário que haja uma comunicação entre o que vem produzindo o MTur, os estados e os municípios. A Setur, como membro do grupo de estatísticos que trabalha junto ao Ministério do Turismo, leva agora para os municípios essa qualificação, para que estes possam produzir inventários de ofertas turísticas e pesquisas de demandas”, explica Admilson Alcântara, estatístico e coordenador de Estatísticas, Pesquisas e Informação da Setur.

 

Por meio da capacitação, esse trabalho proporciona àqueles que compõem o polo Tapajós, o acesso à base de dados do Ministério do Trabalho, a visualização da geração de emprego e o quantitativo de vínculos de empresas no segmento do turismo.

 

Assim como a Semtur e o Dieese-PA, a Setur também conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Santarém, para a realização do projeto. Para o segundo semestre de 2017, está prevista a mesma desta qualificação, porém, desta vez, abrangendo todos os municípios do polo Amazônia Atlântica.

 

Fonte: Israel Pegado (Com a colaboração de Ângela Reis)